Desbravando a Mina de Sal Wieliczka, na Polônia

A visita à Mina de Sal Wieliczka é uma das atrações mais populares de Cracóvia. Foi visitada pela primeira vez no século XV e hoje atrai mais de 1 milhão de visitantes por ano. Ela é o maior museu de sal da Europa. Entrou para a lista da UNESCO como Patrimônio da Humanidade em 1978.

Mina de Sal Wieliczka

Pesquisadores dizem que há 20 milhões de anos, parte do sul da Polônia era fundo de mar, o que explica a quantidade de sal da região. A mina foi descoberta em 1290, e naquela época, o sal tinha a mesma importância que o petróleo tem hoje, e por isso Wieliczka era a maior jóia dos reis poloneses.

Seu sal era conhecido e apreciado em muitos lugares, e utilizado para diversas funções, como a conservação dos alimentos e na fabricação de pólvora. Como o processo para extrair o sal era demorado e duro,  ele era vendido a preços altos.

A Mina de Sal Wieliczka foi desativada em 1996, após mais de 700 anos de atividade, para a mineração comercial, devido ao preço baixo do sal, mas ainda produziu sal até 2007.

CRACOVIAeditado - Desbravando a Mina de Sal Wieliczka, na Polônia

Como chegar:

A cidade está a 15 km de Cracóvia e existem algumas opções para chegar até a Mina de Sal Wieliczka:

  • Excursão: Diversas agências fazem o passeio. A excursão que eu ia fazer foi indicada pelo hostel que fiquei. É pelo cracow city tours e o valor deles é de 125PLN.  pode ser feita em inglês, alemão, italiano, espanhol ou francês.
  • Ônibus: Foi a forma que eu utilizei para chegar até lá, gastei 8PLN para os dois ônibus, ida e volta. É uma forma mais econômica de ir até lá, mas faz muitas paradas. A linha que sai de Cracóvia e vai até lá é a 304. E ele pode ser pego ao lado da Krakowska Gallery.
  • Trem: A cada 30 minutos tem um trem saindo da estação Krakow Glowny indo em direção à Wieliczka Rynek Kopalnia. O bilhete é comprado dentro do próprio trem.

Visita: 

Fui para a Mina de Sal Wieliczka no meu segundo dia em Cracóvia. A princípio eu ia pagar uma excursão, já tinha combinado os horários e tudo, mas na manhã da visita, me disseram que não teriam mais excursões em espanhol e alemão. Por sorte tinha uma visita guiada em espanhol às 11 horas, e se eu saísse naquele horário, chegaria a tempo. A recepcionista anotou para mim as indicações de como chegar, saí e peguei o ônibus.

Existem diversos tipos de visitas, coisa que fiquei sabendo apenas na hora de escrever esse post, mas vale a pena dar uma olhada no site, pois elas são bem interessantes. Eu fiz a visita tradicional mesmo, que é chamada de rota turística.

Os ingressos podem ser comprados com antecedência pela internet, no site deles, mas eu deixei para comprar na hora mesmo. Ainda esperei 15 minutos até a visita começar, e por sorte, éramos apenas eu e mais um casal.

A profundidade da mina é de 327 metros e dentro dela existem mais de 287 km de túneis. O tour é feito apenas por uma pequena parte da mina, dura umas 2 horas e meia, e percorre aproximadamente 3,5 km. Durante a visita são visitados as 22 câmaras com lagos subterrâneos, antigas ferramentas e máquinas, e diversas esculturas feitas por mineiros a partir de blocos de sal.

Mina de Sal de Wieliczka Polônia 1 - Desbravando a Mina de Sal Wieliczka, na Polônia

E para chegar até o fim, a descida é um pouco puxada, por volta de 800 degraus. Já a volta é feita através de um elevador, chega até a superfície em 30 segundos. Deficientes ou pessoas com dificuldade de locomoção podem fazer a visita e descer por esse elevador, só não teriam acesso à algumas partes em que só são possíveis chegar de escada.

De início não é permitido tirar fotos. Em um determinado momento, quando se torna permitido, é necessário comprar uma licença para isso. Isso mesmo! 10PLN ou 3€ pelo adesivo que te autoriza a fotografar e filmar. Eu já tinha lido a respeito antes de ir, então não foi nenhuma surpresa, mas na minha opinião é super válido pagar, pois lá a visita é realmente incrível!

Apesar de estar 327 metros abaixo da terra, a mina possui luz, água e wi-fi grátis. Ao final do tour, antes do elevador, está a loja de souvenir com produtos em sal e um restaurantes. A visita é super interessante e imperdível. Caso esteja se programando para visitar Cracóvia, não deixe de fora do seu roteiro.

 

 

(Visited 305 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta